A NR 9 trata da proteção do trabalhador diante de riscos ambientais, por meio do PPRA, um documento bem completo. E como fazer este documento dar certo na prática do dia a dia? Hoje, nós vamos abordar três maneiras simples para isso acontecer.

PPRA NR 9 SC Engenharia

Se você precisa ou pesquisa sobre segurança do trabalho em Campinas, já deve ter lido sobre uma importante norma regulamentadora, a NR 9, que fala sobre a proteção dos colaboradores que possam estar expostos a riscos ambientes provenientes de sua operação, como temperaturas extremas, ruídos, radiação ionizante e até vibrações. Por isso, é que a NR 9 exige um PPRA – Programa de Prevenção de Riscos Ambientais.

Este documento tão importante, exigido pela fiscalização da segurança do trabalho em Campinas, deve conter um planejamento anual da empresa para prevenir os riscos ambientais, antecipando-se a eles e os reconhecendo para estabelecimento de metas de avaliação e controle. Mas, e na prática, como o PPRA pode funcionar de verdade?

Trata-se de um desafio comum para a segurança do trabalho, trazer tantos documentos à realidade do dia a dia, laudos e normas exigidas pela legislação. O importante, no caso do PPRA e de tantas NRs, é não perder de foco o mais essencial: a integridade do trabalhador. Hoje, vamos dar três dicas de como fazer isso no caso da NR 9 e PPRA.

PPRA NR 9

1 – O PPRA é de interesse de todos. Envolva todo mundo

Grande parte das dificuldades, por vezes, de fazer os interesses da segurança do trabalho em Campinas chegar até a preocupação e consciência real dos empregados está no fato de parecer um assunto apenas de responsabilidade da empresa, preocupada em não levar multas e ficar bem com a fiscalização. Porém, o maior beneficiado, na verdade, é o trabalhador, que poderá atuar sem afetar sua integridade física.

Por isso, é de suma importância que ele mesmo seja envolvido no processo da elaboração e manutenção do PPRA. Inclusive, a NR 9 contempla no seu texto a participação dos trabalhadores, afinal, são eles que sabem, melhor do que ninguém, quais são os riscos para quem está com as mãos na operação.

Dessa forma, ficará mais fácil dos colaboradores entenderem a importância das medidas do PPRA, aderirem às ações de segurança na prática e, sobretudo, contribuírem com a NR 9.

PPRA segurança do trabalho em Campinas

2 – Reconhecimento é essencial no PPRA

Ainda no esforço de envolver todos no cumprimento do PPRA, é fundamental que a empresa não dê apenas responsabilidades e ouvidos aos colaboradores, mas também faça uso do reconhecimento na prática do dia a dia. Ora, se as pessoas da organização se esforçaram para contribuir com a NR 9, por que não reconhecer quando cumprem com o combinado?

Dessa forma, envolva todo mundo também no reconhecimento do cumprimento das metas do PPRA. Lembre-se sempre que a NR 9 exige uma revisão mínima anual do PPRA, uma análise global para revisão dos itens e realização dos ajustes necessários. Este pode ser o momento ideal para verificar o cumprimento das metas, quem ajudou no alcance delas e fazer o devido reconhecimento por tal esforço.

Isso pode ser feito de diversas maneiras, dentro da política de RH de cada empresa que entenda de que forma materializar este reconhecimento (bonificação, adicionais no salário, benefícios institucionais ou pontos a uma possível promoção). O importante é que exista uma valorização pelas ações dos funcionários.

NR 9 PPRA

3 – Comunicação e lembrança são fundamentais para o PPRA

Como se recordar, todos os dias, em meio à correria da operação, dos itens do PPRA e de outras normas de segurança do trabalho em Campinas? Este é o papel da comunicação interna, tão importante para ajudar na lembrança dos colaboradores de pontos que não podem ser esquecidos, como uso dos EPIs (Equipamentos de Proteção Individuais), medidas de preservação, ações de limpeza e organização, além de outras informações.

Para isso, cada empresa lança mão de seus recursos disponíveis, como mural interno, TV interna nos refeitórios, displays de avisos pelos corredores, boletins informativos ou revistas e jornais corporativos que são levados para casa e até comunicados enviados para a família dos funcionários. Pode ser qualquer veículo, desde que haja informação.

Além disso, uma dica importante para a efetividade da comunicação é ser o mais direto e útil possível. Ou seja, não se preocupe tanto com mensagens institucionais elaboradas de forma rebuscada, prefira ser literal e direto na comunicação, pois estas mensagens precisarão ser absorvidas e compreendidas em meio à correria do cotidiano.

PPRA NR 9 segurança do trabalho em Campinas

E, além destas dicas, você sabia que o PPRA abrange outras normas regulamentadoras que não só a NR 9?

Por exemplo, o PPRA é parte integrante de algo maior, o Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional – PCMSO, previsto na NR-7. Para saber mais detalhes e ficar por dentro de tudo, converse com os nossos especialistas, marque uma consultoria de segurança no trabalho em Campinas.

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

©2024 SC ENGENHARIA. TODOS DIREITOS RESERVADOS. CRIADO POR Reel-MD

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?